Sob a presidência de Marcelo Ramos, Câmara prorroga incentivos a indústrias de semicondutores

Medida estimula empregos, pesquisa e inovação na ZFM e no país

A Câmara dos Deputados provou nesta o Projeto de Lei 3042/21, que prorroga até 2026 incentivos por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Indústria de Semicondutores (Padis). A vigência da norma atual terminaria em janeiro de 2022. A proposta será enviada para apreciação do Senado.

De acordo com as regras do Padis, as empresas produtoras de semicondutores podem apropriar crédito financeiro calculado sobre o que aplicaram efetivamente, no trimestre anterior, em atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação. À frente da condução das sessões em que o PL tramitou, o vice-presidente da Câmara, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), diz que a medida incentiva manutenção dos empregos.

“Num momento em que o país tem quase 14 milhões de desempregados, 20 milhões passando fome, o parlamento dá seguimento a um processo que iniciou também sob a minha presidência, que tem a ver coma. Defesa dos empregos dos amazonenses e dos brasileiros”, afirmou Ramos.

O texto aprovado é um substitutivo do deputado Márcio Marinho (Republicanos-BA), que mantém os parâmetros atuais para esse cálculo até 31 de dezembro de 2024. Assim, para calcular os créditos, é usado um total de 13,1% do valor investido, multiplicando-se o resultado por 2,62. As aplicações em pesquisa devem ser de um mínimo de 5% do faturamento bruto no mercado interno.

Buscar

Compartilhe os artigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Confira algumas análises

Dê um like no Facebook