Marcelo Ramos entre os “Cabeças do Congresso” pelo 3º ano consecutivo

“Cabeças do Congresso”: Levantamento do Diap é feito todos os anos e elege os mais influentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal

 

No terceiro ano de mandato, o vice-presidente da Câmara, deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM), foi eleito pelo terceiro ano consecutivo um dos “Cabeças do Congresso”, ranking elaborado todos os anos pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). O levantamento aponta os 100 deputados e senadores mais influentes no Congresso. Segundo a lista, o parlamentar se destaca como bom debatedor, sobretudo nos temas Amazônia e Meio Ambiente.  

Para fazer a classificação, o Diap adota critérios como a produção parlamentar, reputação, capacidade de negociação e de liderança, além da frequência de citações na imprensa, a partir de postos ocupados. Equipes do departamento fazem entrevistas com parlamentares, assessores legislativos, cientistas e analistas políticos e jornalistas, e levantamentos de projetos apresentados e a discursos proferidos. 

“Represento um estado com apenas 8 deputados federais e, por este motivo, dedico atenção integral ao meu mandato. Nosso propósito é, por meio da nossa voz, fazer chegar às autoridades os pleitos e projetos pro Amazonas se desenvolver ainda mais”, disse o parlamentar. Marcelo Ramos é o único deputado federal amazonense relacionado no ranking, que inclui, ainda, os senadores pelo Amazonas Omar Aziz (PSD-AM) e Eduardo Braga.    

Segundo o deputado Marcelo Ramos, fazer parte de um ranking conceituado pelo terceiro ano consecutivo, sendo um parlamentar de primeiro mandato, só aumenta mais a sua responsabilidade diante do desafio que é fazer valer os interesses do Amazonas entre os 513 deputados federais.

Da Redação

Acompanhe o trabalho doMarcelo Ramos

    Buscar

    Compartilhe os artigos

    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no whatsapp
    Compartilhar no telegram

    Confira algumas análises

    Dê um like no Facebook