Justiça garante vacinação antecipada de estudantes de Medicina no AM

Decisão que garante vacinação antecipada de estudantes no AM atende ação do vice-presidente da Câmara, deputado amazonense Marcelo Ramos

A juíza da 1ª Vara Federal Cível do Amazonas, Jaiza Maria Fraxe, deu decisão favorável à ação civil pública impetrada pelo deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM) em que o parlamentar solicita vacinação antecipada de estudantes de Medicina que participam de aulas práticas nos hospitais e que atuam como assistentes no atendimento ao público em geral, que estão expostos ao vírus da Covid-19.

Pelo despacho, os alunos de Medicina deverão se apresentar nos postos de vacinação portando cópia da decisão judicial, documento de identificação, comprovante de residência e documento comprobatório de sua Universidade, informando sobre a sua atuação em estabelecimento de saúde como integrante da grade curricular.

Além de estender os efeitos da decisão aos alunos de todos os cursos de medicina das redes pública e privada de Manaus, Jaiza Fraxe autorizou que as universidades enviem listas conjuntas dos alunos matriculados no curso e aptos a se vacinarem, dispensando destes estabelecimentos e estudantes a certidão individual.

“É legítimo garantir a proteção desses acadêmicos, importantes no apoio aos profissionais de saúde que atuam na linha de frente ao enfrentamento da pandemia. É também um reconhecimento a futuros médicos, que logo estarão se somando aos nossos heróis da saúde, e que se desdobram para salvar vidas”, disse Ramos.

Buscar

Compartilhe os artigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Confira algumas análises

Dê um like no Facebook