Ramos critica falta de empenho do governo para com as reformas

Deputado não vê Bolsonaro suficientemente empenhado para aprovar as reformas macroeconômicas, como a administrativa e a tributária

Presidente e vice-presidente da Câmara, Arthur Lira e Marcelo Ramos têm posicionamentos diferentes em relação ao governo Bolsonaro: embora ambos sejam governistas, somente Ramos faz críticas públicas ao presidente. 

Nos últimos dias, mais uma vez, essa diferença foi sublinhada, com declarações críticas do vice sobre a falta de punição do Exército ao general Eduardo Pazuello, por ter participado de uma manifestação política. Em entrevista à coluna, Ramos explicou seu raciocínio e fez outras críticas ao Palácio do Planalto.

Ramos não vê Bolsonaro suficientemente empenhado para a aprovação das reformas macroeconômicas, a exemplo da administrativa e da tributária. Na primeira, Ramos observa uma disposição dos parlamentares em aprovar a proposta ainda neste ano. Disse que o único obstáculo ao trâmite poderia vir de Bolsonaro, se quiser inviabilizar a matéria ao tentar poupar os militares da lei. Na segunda, se mostra cético em relação a progressos. “Eu acho que falta mais clareza do governo do que ele quer de reforma tributária”, opinou.

Criticou também proposta que tenta criar o voto impresso, e lembrou da incoerência de se acreditar que, ao imprimir o resultado eletrônico, seria possível numa auditoria chegar a uma checagem diferente da que é feita de maneira digital.Do portal do deputado Marcelo Ramos com informações do Metrópoles

Buscar

Compartilhe os artigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Confira algumas análises

Dê um like no Facebook