Marcelo Ramos entra com requerimento para Ministério da Saúde sistematizar demandas de hospitais por kit intubação

Medida visa a evitar desabastecimento e colapso nas unidades de saúde do país

Em reunião de hoje (23/03) da Comissão Especial de acompanhamento da Covid da Câmara, o vice-presidente da Casa, deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM), anunciou que requerimento protocolado por ele solicita ao Ministério da Saúde a criação de um painel de sistematização das demandas dos hospitais por medicamentos indispensáveis do kit intubação.

“A exemplo do painel que a Anvisa fez para o controle da fabricação, importação e distribuição de medicamentos, precisamos criar uma central de demanda e de compras porque, depois de conversar com muitos setores, vimos que na corrida pela compra destes itens do kit intubação, muitos estados estão super abastecidos enquanto outros estão sem nada”, argumentou Ramos.

O parlamentar do Amazonas, primeiro estado a sofrer com a falta de oxigênio e de leitos na segunda onda da pandemia, argumentou que este controle nacional de demanda precisa ser implementado imediatamente, a fim de evitar que o colapso de insumos essenciais no combate à Covid-19 se alastre para todo o país.

“Eu sei o eu é essa dor. Parentes desesperados na porta dos hospitais. Profissionais de saúde perdendo seus pacientes por falta de oxigênio e muita gente morrendo em casa por falta de leitos. Uma angústia não conseguir dar respostas necessárias para salvar a vida dos brasileiros”, disse, ao lamentar que, no pior momento da pandemia, as discussões na comissão não contarem com a presença de um representante do Ministério da Saúde.

*União Nacional *– Marcelo Ramos acredita que somente uma união nacional, com um pacto suprapartidário, com todos debruçados sobre o mesmo objetivo, de fazer os brasileiros respirarem, é capaz de reduzir os níveis de contágio e de mortes diárias. “Nós precisamos ser responsáveis. Não existe um remédio para a pandemia e outro para a economia. O remédio é o mesmo: vacina. Enquanto não tem vacina para todos, é preciso isolamento social e uso de mascara para diminuir a superlotação dos hospitais e para que os profissionais tenham capacidade de atendimento à população” afirmou.

Acompanhe o trabalho doMarcelo Ramos

    Buscar

    Compartilhe os artigos

    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no whatsapp
    Compartilhar no telegram

    Confira algumas análises

    Dê um like no Facebook