Marcelo Ramos fez defesa junto à Aneel para evitar reajuste de tarifa de energia

Reunião Pública ontem analisou pedido de revisão de tarifa pela Amazonas Energia

O deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM) iniciou ontem, a defesa da sociedade amazonense no pedido junto à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de revisão de tarifa de energia encaminhada pela empresa Amazonas Energia. Segundo Ramos, que fez a defesa por vídeo na 31º. Reunião Ordinária da Diretoria da Aneel que debateu o tema, não se pode concordar com reajuste da energia num momento em que o Amazonas ainda sofre os graves efeitos sociais e econômicos da pandemia.

“Em minha argumentação junto à diretoria da Aneel, cobramos uma tarifa mais justa, por entendermos que um estado com IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) abaixo da média nacional não pode pagar uma das tarifas mais caras do país. Mas também não podemos fazer demagogia com tarifas públicas porque a conta sempre vem. Por isso, defendo mecanismos que reduzam ou até compensem integralmente o aumento”, disse Marcelo Ramos.

Entre as sugestões encaminhas à Aneel, o deputado Marcelo Ramos enumerou o uso de recursos da sobra da conta COVID, um plano de interligação de sistemas isolados com o Sistema Nacional de Energia, uma revisão de subsídios nas tarifas e a mudança na política tributos sobre a conta de energia. Aas consultas públicas iniciam neste dia 26/08, e Ramos sugere que a população participe.

A diretoria da Aneel aprovou a abertura de consulta pública para debater com a sociedade solicitação de Revisão Tarifária Extraordinária (RTE) da Amazonas Energia S.A. Segundo a agência, os índices definitivos serão aprovados após a consulta pública para entrar em vigor em 1/11/2020. Interessados podem enviar contribuições no período de 26 de agosto a 9 de outubro de 2020 para e-mail cp050_2020@aneel.gov.br. A consulta terá ainda uma sessão virtual prevista para ocorrer no dia 18 de setembro de 2020.

Buscar

Compartilhe os artigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Confira algumas análises

Dê um like no Facebook