Marcelo Ramos defende suspensão de aumentos nos planos de Saúde por 120 dias

O deputado Marcelo Ramos (PL-AM) está defendendo que, caso os planos de saúde não voltem atrás no reajuste de 25% em suas mensalidades, que seja votado o projeto do Senado Federal, já aprovado naquela Casa, que suspende os aumentos por 120 dias.

Ramos, nesse sentido, disse concordar plenamente com a posição do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) que defende a mesma posição. Ele promete votar o projeto do Senado na próxima terça-feira, 25.

Maia diz ter sido surpreendido e impactado com o aumento. Segundo ele, os planos de saúde têm criticado a reforma tributária por preverem um aumento de 8% nos impostos a serem pagos, mas não veem problema em dar um aumento de 25% ao cliente.

“Aumentar um plano em 25% é um desrespeito com a sociedade”, criticou.

“Um setor que teve pouco impacto negativo pela crise, claro que a gente vai reagir e se a ANS não tomar uma posição, a Câmara vai votar o projeto do Senado”, disse o presidente.

De acordo com Marcelo Ramos, “não é possível que ainda em plena pandemia, com a sociedade às voltas com problemas de saúde e financeiros, graves, ainda tenha de arcar com esses aumentos abusivos”, enfatizou.

Buscar

Compartilhe os artigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Confira algumas análises

Dê um like no Facebook